Allergo
AGENDE SUA CONSULTA (44) 3622-6393

Artigos

O que é Alergologia? 05 de novembro de 2012

Certamente você conhece alguma pessoa que tenha alergia. Seja ela respiratória ou de pele, associada a poeira, alimentos, medicamentos, insetos, derivados do látex ou qualquer outro alérgeno presente no meio ambiente. Independentemente da causa, essa reação comum a todos os casos nada mais é do que uma hipersensibilidade - uma resposta exagerada - do organismo a substâncias consideradas estranhas por ele. O que boa parte da população desconhece é a existência de um médico especializado na descoberta e tratamento desses quadros alérgicos: o alergologista. 

É por isso que o dermatologista e o pneumologista são os primeiros médicos a serem procurados por quem desenvolve uma coceira ou vermelhidão na pele ou começa a sofrer de rinite alérgica, por exemplo. Mas isso não deveria ocorrer. Segundo a especialista em alergologia, Maria de Fátima Marcelos Fernandes, diretora da Associação Brasileira de Alergologia e Imunopatologia (ASBAI), esses profissionais não são habilitados para tratar doenças de origem alérgica. "Embora possam ajudar a diagnosticar esse tipo de enfermidade e trabalhar em conjunto para solucioná-la, em caso de suspeita de alergia, eles deveriam encaminhar o paciente ao alergologista. Este, por sua vez, irá realizar exames específicos para descobrir a causa do problema alérgico e os agentes capazes de desencadear as crises, para só então providenciar o tratamento", explica a médica.

Mas que é Alergologia?

Alergologia (ou Alergoimunologia) é a especialidade da Medicina que visa o diagnóstico e o tratamento das doenças alérgicas. Atualmente esta especialidade recebeu denominação oficial de Alergia e Imunologia, uma vez que para o seu exercício, o médico especialista deve estar treinado não somente no tratamento das doenças alérgicas, mas deve também possuir profundo conhecimento do funcionamento do sistema imune, bem como estar qualificado para o diagnóstico e o tratamento de todas as suas alterações.

Até há pouco tempo atrás quem sofria de problemas alérgicos podia contar somente com o conhecimento superficial de médicos de outras áreas como a dermatologia, otorrinolaringologia, pediatria e pneumologia, que em geral diagnosticavam o problema, mas não tinham tratamentos que garantissem eficiência na cura.

Segundo Maria de Fátima, existem certos procedimentos que são uma prática exclusiva do alergologista. As doenças alérgicas são, na maioria das vezes, de origem genética e é dever desse especialista fazer o acompanhamento de pessoas que tenham o pai e a mãe com problemas alérgicos.

Como se forma esse profissional?

Para atuar no combate às alergias, o médico depois dos seis anos de Medicina precisa fazer dois anos de residência médica em clínica geral e mais dois anos em alergologia. Estima-se que no país existam cerca de 1300 profissionais atuando nesta área, sendo que 60% deles possuem o título de especialista pela ASBAI, órgão responsável por fiscalizar a profissão no Brasil.

Fonte: revistavivasaude.uol.com.br





Avenida Rio Branco - 4332 - 87501-130 - Umuarama/PR - (44) 3622-6393

Prestige